Orientações ao servidor avaliado (Avaliação de Desempenho)

ORIENTAÇÕES AO SERVIDOR AVALIADO  
  • O preenchimento do formulário de autoavaliação é de responsabilidade do SERVIDOR. Seu objetivo é facilitar a reflexão sobre o próprio desempenho e subsidiar a reflexão da chefia imediata com a chefia superior sobre os quesitos avaliativos.
 
  • Reflita criteriosamente sobre suas atitudes e seu desempenho nas atividades durante o período e registre suas impressões na parte aberta ao final do formulário de autoavaliação.
 
  • Considerando o planejamento e o acompanhamento de trabalho, atribua uma nota para cada competência (de 0 a 10), respeitando as seguintes faixas de conceito:
    • 9 a 10 - Superou o planejado para a competência
    • 7 a 8,99 - Atendeu ao planejado para a competência
    • 6 a 6,99 - Atendeu parcialmente ao planejado para a competência
    • 0 a 5,99 - Não atendeu ao planejado para a competência
 
  • Para a aplicação das faixas de notas, não é necessário que todos os elementos do descritor tenham sido observados no desempenho do servidor na competência.
 
  • Superou: O servidor apresentou resultados superiores ao planejado para a competência, mesmo em condições adversas como: falta dos recursos, tempo ou acompanhamento. Demonstrou iniciativa nas suas ações, promovendo efeito multiplicador desta competência na equipe. Reverteu situações potencialmente prejudiciais. Aproveitou fato novo ou relevante para agregar valor aos resultados do setor.
 
  • Atendeu: O servidor atendeu ao planejamento de trabalho nesta competência, apresentando os comportamentos e resultados combinados. A variação dentro desta faixa está ligada ao grau de autonomia no desempenho da competência, bem como a quantidade de recursos, tempo ou acompanhamento requeridos.
 
  • Atendeu parcialmente: O servidor atendeu parcialmente ao planejamento de trabalho nesta competência. Por vezes, não demonstrou os comportamentos e resultados combinados, eventualmente causando prejuízo ao trabalho. Com frequência, demandou recursos, tempo ou acompanhamento além do planejado. Gerou algum retrabalho para si ou para o setor. O grau de autonomia no desempenho desta competência é ainda baixo.
 
  • Não atendeu: O servidor não atendeu ao planejamento de trabalho nesta competência, mesmo utilizando mais recursos, tempo ou acompanhamento do que o planejado. Demonstrou comportamentos indesejáveis ou resultados insuficientes em relação ao combinado. Gerou consequências negativas para o setor ou a instituição.
  
  • Se perceber que necessita de alguma ação de desenvolvimento registre na autoavaliação.
 
  • Entregue a autoavaliação ao seu chefe e solicite agendamento de reunião individual para receber o retorno sobre o seu desempenho, discutir as notas e elaborar conjuntamente o seu Plano de Desenvolvimento Individual.
 
  • Após a reunião com seu chefe, assegure-se de que seu Plano de Desenvolvimento esteja registrado no Formulário de Avaliação de Desempenho (ou a justificativa de sua desnecessidade).
 
  • Caso necessário, registre no campo OBSERVAÇÕES DO SERVIDOR AVALIADO do Formulário de Avaliação de Desempenho eventuais divergências quanto às notas, bem como seus motivos para divergir. Se o espaço for insuficiente, use folha anexada com assinatura de ciência dos envolvidos.
 
  • O formulário de Autoavaliação NÃO deve ser devolvido à DIVDEP para arquivamento.
 
  • O Planejamento de Trabalho Individual é documento de uso gerencial, não devendo ser entregue à DIVDEP. Caso haja interesse, um modelo está disponível em “Formulários de Pessoal” na Intranet.